NOTÍCIAS
compartilhar este link
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
18/10/2018
Espanha espera aumento na produção de citrinos

Fresh Plaza - 18/10/2018 - Cidade espanhola de Huelva deve aumentar em 10% o volume de produção de frutas cítricas neste ano


A Associação dos Citricultores da província espanhola de Huelva divulgou as estimativas referente à safra 2018/19 da Espanha. Segundo o diretor da associação, Lorenzo Reyes, o volume de produção este ano deve aumentar cerca de 10%, passando das 532.172 toneladas da safra 2017/18 para cerca de 590.000 toneladas para atual safra.

Os motivos para esse aumento na produção são as temperaturas amenas, que têm facilitado o desenvolvimento das frutas e o enxertamento que os produtores de citrinos realizam diariamente, onde houve um número maior nas variedades de mandarinas, tanto tardias como precoces, incluindo o Orri e Orogrós Tango.

Já para esta temporada a produção de laranja em Huelva deve ser reduzida, passando de 7,3 mil caixas de 40,8 quilos no ano passado para 7 mil caixas este ano. Já a produção de tangerina deve aumentar, passando de 234.000 toneladas na safra 2017/18 para 300.000 toneladas na atual safra.

Para Reyes, à área total dedicada ao cultivo de citros está estimada em 18.000 hectares, cerca de 45% ou seja, 8.100 hectares corresponderão a laranjas e os outros 55%, cerca de 9.900 hectares serão destinados a tangerinas. Reyes ainda ressalta que, a conversão de plantações de laranja em parcelas de mandarim cedo e extra-cedo diminuiu. O setor continua enxertando árvores de variedades tardias licenciadas, o que acaba garantindo que o número de hectares seja limitado, uma vez que são dadas cotas de produção. “Os Clemenrubi causaram muitos problemas nas últimas safras e os produtos estão, portanto, começando a renovar as plantações”, completa Reyes, diretor da organização.