NOTÍCIAS
compartilhar este link
Clima favorece pomares

08/02/2019 11:36:47
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
13/05/2019
Uma visão global do mercado de citros

Foodnews - 13/05/2019 - Acompanhe o que está acontecendo no setor no Brasil, Estados Unidos, México, China, Argentina, Espanha e França


Brasil: Fundecitrus anuncia safra estimada em 388,90 milhões de caixas

O Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus) divulgou, na sexta-feira (10) a primeira estimativa para a safra 2019/2020 de laranja, que deve chegar a 388,90 milhões de caixas de 40,8 quilos.

Veja alguns números divulgados: (estimativas)

173.973,33 árvores produtivas
395.764 hectares (-1,42/5 em relação aos 401.470 hectares da safra 2018/2019)
2 mil hectares de pomares abandonados foram extintos
643 árvores por hectare (pomares em formação)
1051 caixas por hectare
783 frutos por árvore
260 frutos por caixa
2,24 caixas por árvore
17,5% é a taxa de queda de frutos (motivos: Greening e Bicho furão)
18,15% é a taxa de incidência de Greening (índice de 16,73% em 2017)

Estados Unidos: USDA projeta safra de 76,5 milhões de caixas na Flórida

O USDA divulgou na semana passada a estimativa para a safra de laranja na Flórida, que ficou abaixo das projeções divulgadas no mês passado. A estimativa para as “não-valencia” é de uma produção de 30,5 milhões de caixas, e 46 milhões de caixas para as demais.

De acordo com o Juice Market, o tamanho das frutas está abaixo do mínimo, exigindo 265 frutas por caixa. Segundo analistas, o ritmo da colheita está normal, conforme o previsto, e o próximo relatório do USDA, não deve apontar oscilações significativas.

FCOJ: Preços futuros de FCOJ em queda

De acordo com o informativo semanal FoodNews, os contratos futuros para o FCOJ iniciaram o mês de maio cotados a US$ 0,95/libra-peso e caíram para pouco mais de US$ 0,90 centavos/libra-peso. Os contratos para o mês de julho também caíram e se fixaram em 0,958 centavos/libra-peso. A tendência é de queda para os contratos posteriores.

Os motivos para essa queda, segundo o informativo, são a fraca demanda por suco de laranja e os estoques acima da média na Flórida, que tem uma perspectiva de uma safra boa (assim como a safra brasileira).

México: Clima pode afetar produção de frutas cítricas no México

A safra mexicana de laranja pode sofrer uma quebra na próxima safra devido às mudanças climáticas e a falta de chuvas na região de Tamaulipas, afirmou nesta semana o portal de notícias La Regional.

Javier Echartea, porta-voz da União dos Citricultores de Tamaulipas, disse que o aquecimento global está afetando a região, causando uma severa seca que ameaça se estender na temporada. No entanto, acrescentou, que apesar da situação, ele espera que chova em maio, e que espera colher cerca de 280 mil toneladas de laranja.

Segundo ele, as frutas estão pequenas e a produtividade deve cair consideravelmente devido à seca, que também deve afetar a pecuária na região de Tamaulipas. 

China: Exportações chinesas de AJC caíram no 1º trimestre do ano

As exportações chinesas de Apple Juice Concentrate (AJC) somaram 19.430 toneladas no primeiro trimestre de 2019, informou o FoodNews desta semana. No mesmo período do ano passado, as exportações chinesas somaram 65.300 toneladas.

A principal queda se deve ao fato de os Estados Unidos terem parado de importar AJC chinês: até agora, foram embarcadas 830 toneladas, enquanto no ano passado, no mesmo período, 27.300 toneladas já haviam sido exportadas.

Até agora, as exportações chinesas da atual safra estão em 225.800 toneladas. Na safra passada, elas já somavam meio milhão de toneladas. 

Em contrapartida, as exportações de AJC da Polônia, só aumentam. De acordo com o FoodNews, nesta safra o país já conquistou mercados que, no ano passado, não vendeu nenhum tipo de suco, e as exportações já ultrapassam as 160 mil toneladas. Na safra passada, as exportações somaram cerca de 75 mil toneladas. 

Argentina: safra de limão está atrasada

A safra de limão 2019 na Argentina está atrasada, devido a problemas climáticos, mas o processamento já começou. Ainda é cedo para divulgar rendimentos e ratios, devido à pequena quantidade de frutas, mas os rendimentos até agora estão 8% abaixo do normal. 

A produção total é estimada em 1,5 milhão de toneladas, mas ainda não há previsão do volume que vai ser processado, o que depende da demanda por óleo de limão. 

De acordo com o Juice Market de maio, mais de 50% da fruta processada está vindo de pomares das indústrias, já a fruta comprada e enviada à fábrica, está sendo negociada a US$ 170 /tonelada, mas a média preço de matérias-primas este ano deve girar entre US$ 75-100/tonelada.

Espanha: 58 pessoas estão sendo investigadas por falso sistema de rastreabilidade em vendas de laranja

A polícia da cidade espanhola de Calp está investigando pelo menos 58 pessoas por falsificação de documentos de rastreabilidade agrícola (DATA) que acompanham 537 toneladas de laranjas de origem irregular. Os investigados são acusados de cometer crime de falsificação de documentos privados e de falsificação de documentos comerciais. As informações são do jornal espanhol Diário de Informações.

As investigações começaram em junho do ano passado e fazem parte do Plano Contra o Roubo em Fazendas Agropecuárias e até abril, segundo o jornal, centenas de documentos de forjados foram localizados em armazéns de fazendas de laranja em Alicante. Esses documentos são obrigatórios para cada lote de laranja que pese mais de 20 quilos e inclui dados sobre o proprietário da fazenda, localização, colhedores e transporte da carga, volume de produção e destino.

Segundo o jornal, parte dessas frutas vêm de descartes e, por não causar tantos prejuízos financeiros, não chama a atenção, dificultando a investigação. 

França: Indústria francesa de sucos sobra a produção

A indústria de sucos de frutas Bissardon, comprada no ano passado pelo grupo Solexia, investiu 800 mil Euros para aumentar sua capacidade de produção. A companhia produzirá 3 mil garrafas por hora e, segundo informa o FoodNews, 40% de seu custo foi bancado pelo Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER). 

O investimento faz parte da estratégia de crescimento da Solexia e inclui o lançamento de nove sucos e néctares orgânicos. Com uma produção diária de 30 mil litros de sucos de frutas por dia (2/3 são de suco de maçã), o próximo passo é o investimento no setor de logística. Eric Versini, diretor-executivo da Solexia, disse que o volume de negócios da Bissardon pode dobrar se os “problemas logísticos” de sua fábrica, que é relativamente rural, for solucionado.