NOTÍCIAS
compartilhar este link
Notícias pelo mundo

06/12/2019 16:45:44
Notícias pelo mundo

29/11/2019 16:49:04
Clima favorece pomares

08/02/2019 11:36:47
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
19/07/2019
Safra 2018/2019 de Valência têm saldo negativo

Fresh Plaza - 19/07/2019 - Segundo números publicados pela UNIÓ de Llauradors, houve uma queda de 32%


A safra 2018/2019 na região espanhola de Valência foi uma das piores dos últimos anos, segundo números publicados pela UNIÓ de Llauradors, que revelam uma queda de 32% nos lucros em relação à temporada anterior.

O relatório da LA UNIÓ mostra que o rendimento diminuiu em 151 milhões de euros, sendo 40% no caso das laranjas, 114 milhões no caso dos mandarins com 30% e 13 milhões no dos limões com 12%. 

Enquanto 874 milhões de euros foram obtidos com a venda de frutas cítricas na campanha 2017/2018, nesta temporada o total caiu para apenas 595 milhões de euros. As variedades com os maiores prejuízos foram a laranja Lane Late, com 51 milhões, a laranja Valencia Late, com 47 milhões, a limão Fino, com 33 milhões, a tangerina Clemenules, com 28 milhões, a laranja Navelina e a tangerina Ortanique, com 25 milhões de euros.

Circunstâncias agronômicas e comerciais 

A falta de chuvas e as altas temperaturas levaram à produção de tamanhos menores e a um atraso de duas semanas no início da colheita das variedades mais antigas, o que resultou na superposição delas na segunda temporada. As chuvas de outono também causaram grandes perdas em algumas regiões, tanto perdas diretas quanto de qualidade. 

Interceptação de pragas 

No que diz respeito à interceptação de pragas de quarentena da União Europeia, em 2018, 72% deles vieram de quatro países (Argentina, Brasil, Uruguai e África do Sul), com os três principais incluídos no acordo do Mercosul que devem ser ratificados, e o outro já com um acordo benéfico em vigor.