NOTÍCIAS
compartilhar este link
Marketing de US$ 5 milhões

07/07/2020 10:01:25
Tarifa abre disputa na Espanha

26/06/2020 10:10:33
Greening assusta Califórnia

11/02/2020 10:36:02
Bem vindo, suco de laranja

10/02/2020 10:54:48
Limão azedo na Argentina

29/01/2020 14:41:02
Notícias pelo mundo

13/12/2019 16:40:13
Notícias pelo mundo

06/12/2019 16:45:44
Notícias pelo mundo

29/11/2019 16:49:04
Clima favorece pomares

08/02/2019 11:36:47
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
27/08/2020
Citrus da África do Sul batem recorde nos EUA

The Citzen - Exportações de citrus da África do Sul para o mercado americano crescem 9% e batem recorde de volume

As exportações de frutas cítricas da África do Sul para os Estados Unidos devem bater recorde em 2020. De acordo com  a Citrus Growers 'Association , entidade que representa os exportadores de frutas do país,  Os embarques sul-africanos devem somar 60 mil toneladas, um aumento de 9% em relação ao recorde anterior, estabelecido em 2018, quando o país enviou 55 mil toneladas para o mercado americano. “A pandemia Covid-19 e o bloqueio nacional apresentaram alguns desafios logísticos para os produtores que exportam do porto da Cidade do Cabo para os EUA nas últimas semanas. No entanto, a Summer Citrus, juntamente com seus parceiros, conseguiram se adaptar a esses problemas da cadeia de fornecimento com bastante rapidez e, como resultado, puderam continuar mudando os volumes planejados no início da temporada ”, disse o CEO da Citrus Growers Association, Suhanra Conradie.

A África do Sul é o segundo maior exportador de frutas cítricas frescas do mundo, apesar de ser apenas o 11º maior produtor. O crescimento nas vendas para os Estados Unidos se de em grande parte pela capacidade do país em atender a alta demanda por tangerinas. “Enquanto as exportações de clementinas foram concluídas, a indústria já estava em plena produção de variedades posteriores de tangerina, que chegarão aos EUA em navios convencionais e porta-contêineres semanais ao longo de agosto e setembro. Também houve um aumento no envio de laranjas, em particular da variedade umbigos de verão”, avaliou Conradie.