NOTÍCIAS
DO MERCADO
compartilhar este link
O pior inimigo do greening

04/02/2020 14:55:16
Britânicas anunciam fusão

11/06/2015 16:51:29
Pode ser Pepsi na NBA?

24/04/2015 16:52:15
H2Coco lança mix com café

17/04/2015 12:55:19
Starbucks aposta em delivery

24/03/2015 11:49:58
Imposto tira gás da FEMSA

16/12/2014 15:33:52
Vita Coco quer reinar na China

20/10/2014 18:19:05
MacTangerina no cardápio

02/10/2014 14:29:13
Exportações barradas

02/07/2014 11:44:03
Rótulos da discórdia

26/06/2014 11:19:54
De olho na dieta britânica

25/06/2014 11:19:54
Nova Coca-cola chega à Europa

11/06/2014 10:54:40
Ampliando mercado

23/05/2014 10:44:00
A batalha do açúcar

07/05/2014 18:07:00
Aguá pra inglês beber

06/05/2014 12:15:00
Salvação na embalagem

16/04/2014 12:11:00
O novo energético da Coca

04/04/2014 11:21:00
TV desligada

26/03/2014 15:21:00
Laranja fora da TV

18/03/2014 12:18:00
O futuro dos energéticos

13/03/2014 17:11:00
Pepsi em cápsulas

11/03/2014 13:35:00
Pepsi aposta no México

27/01/2014 13:47:00
De olho na caxinha

24/01/2014 16:43:00
Vendas não reagem nos EUA

19/12/2013 17:12:00
Dubai sem sede

18/10/2013 12:00:00
Mapa do varejo

23/09/2013 14:48:00
Suco tenta reagir nos EUA

17/09/2013 14:02:00
Suco aposta na TV

12/09/2013 12:29:00
Laranjas da África

09/09/2013 15:01:00
Monster quer entrar na Índia

15/08/2013 16:34:00
Frutas perdem espaço

25/07/2013 11:57:00
Tropicana de cara nova

14/06/2013 10:29:00
Nova York contra os sucos

04/06/2013 12:23:00
Purity mostra suas armas

06/05/2013 12:20:00
Portas abertas para a Turquia

26/04/2013 10:39:00
Investimentos à francesa

24/04/2013 11:48:00
Xenergy vai a luta

23/04/2013 12:31:00
Maçã no vermelho

23/04/2013 11:41:00
Surge mais uma gigante

22/04/2013 14:54:00
O que a Arábia quer beber

15/04/2013 16:44:00
Lucros monstruosos

12/04/2013 15:25:00
De roupa nova

25/03/2013 13:00:00
Água no refrigerante

18/03/2013 12:31:00
As bolhas da Honest Tea

13/03/2013 11:49:00
Monster made in Japan

31/01/2013 12:39:00
Sinal verde do CADE

04/01/2013 10:42:00
Salvação na embalagem

The Legder - 16/04/14 - Proposta de lei na rotulagem de alimentos nos EUA pode beneficiar suco de laranja

Depois de ver arranhada a sua reputação como uma bebida saudável, o suco de laranja pode ter um aliado. O FDA, agência americana responsável por administrar questões alimentares nos Estados Unidos, propôs gandes mudanças no rótulo nutricional exigido em todos os produtos alimentícios industrializados vendidos no país. Uma de suas propostas , é incluir na etiqueta uma nova categoria obrigatória de "açúcares", definida como qualquer adoçante adicionado a um produto durante o processamento. Esse seria listados separadamente de açúcares naturais de um alimento. Para o nutricionista da Universidade da Flórida e consultor do Departamento de Citrus da Flórida, Gail Rampersaud, a nova etiqueta será positiva para o suco de laranja. "Eu acho que vai permitir aos consumidores ver melhor a diferença entre os dois produtos - suco de laranja com todo o açúcar natural e outros produtos com adição de açúcar", diz. "Qualquer tipo de mudança vai afetar o que as pessoas vêem no rótulo e vai afetar a percepção dos consumidores”, ressalta o pesquisador. 

 

Para o Departamento de Citrus da Flórida, o significado do conteúdo de açúcar veio a tona depois que o suco de laranja passou a sofrer criticas em publicações populares e acadêmicos sobre esse assunto, muitas vezes comparado a refrigerantes, bebidas energéticas e outros produtos açucarados, colocando no hall das bebidas que contribuem para crescentes problemas de saúde pública, como obesidade e diabetes.
Rampersaud e outros defensores do suco de laranja, apontam que a bebida também vem com um perfil "nutricionalmente denso", incluindo a vitamina C e outros compostos necessários em uma dieta saudável ao invés de produtos açucarados, com pouco ou nenhum conteúdo nutricional. Próprio estudo recente da Rampersaud mostra que quase 40% dos adultos norte-americanos perceberam o suco de laranja e outros sucos de 100% como "açucarado", uma categoria geralmente aplicado a produtos que contenham açúcares adicionados.

 

A FDA publicou as novas normas de etiqueta propostas em 3 de março, e ele está aceitando comentários até 02 de junho. Esse prazo pode ser prorrogado. É a mais extensa revisão do rótulo desde que a lei federal de 1990 que exige a rotulagem nutricional, disse a porta-voz do FDA, Theresa Eisenman.