NOTÍCIAS
DO MERCADO
compartilhar este link
O pior inimigo do greening

04/02/2020 14:55:16
Britânicas anunciam fusão

11/06/2015 16:51:29
Pode ser Pepsi na NBA?

24/04/2015 16:52:15
H2Coco lança mix com café

17/04/2015 12:55:19
Starbucks aposta em delivery

24/03/2015 11:49:58
Imposto tira gás da FEMSA

16/12/2014 15:33:52
Vita Coco quer reinar na China

20/10/2014 18:19:05
MacTangerina no cardápio

02/10/2014 14:29:13
Exportações barradas

02/07/2014 11:44:03
Rótulos da discórdia

26/06/2014 11:19:54
De olho na dieta britânica

25/06/2014 11:19:54
Nova Coca-cola chega à Europa

11/06/2014 10:54:40
Ampliando mercado

23/05/2014 10:44:00
A batalha do açúcar

07/05/2014 18:07:00
Aguá pra inglês beber

06/05/2014 12:15:00
Salvação na embalagem

16/04/2014 12:11:00
O novo energético da Coca

04/04/2014 11:21:00
TV desligada

26/03/2014 15:21:00
Laranja fora da TV

18/03/2014 12:18:00
O futuro dos energéticos

13/03/2014 17:11:00
Pepsi em cápsulas

11/03/2014 13:35:00
Pepsi aposta no México

27/01/2014 13:47:00
De olho na caxinha

24/01/2014 16:43:00
Vendas não reagem nos EUA

19/12/2013 17:12:00
Dubai sem sede

18/10/2013 12:00:00
Mapa do varejo

23/09/2013 14:48:00
Suco tenta reagir nos EUA

17/09/2013 14:02:00
Suco aposta na TV

12/09/2013 12:29:00
Laranjas da África

09/09/2013 15:01:00
Monster quer entrar na Índia

15/08/2013 16:34:00
Frutas perdem espaço

25/07/2013 11:57:00
Tropicana de cara nova

14/06/2013 10:29:00
Nova York contra os sucos

04/06/2013 12:23:00
Purity mostra suas armas

06/05/2013 12:20:00
Portas abertas para a Turquia

26/04/2013 10:39:00
Investimentos à francesa

24/04/2013 11:48:00
Xenergy vai a luta

23/04/2013 12:31:00
Maçã no vermelho

23/04/2013 11:41:00
Surge mais uma gigante

22/04/2013 14:54:00
O que a Arábia quer beber

15/04/2013 16:44:00
Lucros monstruosos

12/04/2013 15:25:00
De roupa nova

25/03/2013 13:00:00
Água no refrigerante

18/03/2013 12:31:00
As bolhas da Honest Tea

13/03/2013 11:49:00
Monster made in Japan

31/01/2013 12:39:00
Sinal verde do CADE

04/01/2013 10:42:00
Espanha estuda ampliar ajuda a produtores de frutas

Agranet.com - 22/10/2014 - Programa deve aumentar o volume de pêssegos e nectarinas retirado do mercado espanhol para amenizar impactos do embargo Russo

O governo espanhol está estudando a possibilidade de ampliar o seu programa de ajuda aos produtores de frutas no país. O projeto, que teve início em 2013, retirou do mercado o excedente de pêssegos e nectarinas originado do embargo imposto pela Rússia às importações de frutas. O excedente foi processado e transformado em sucos e néctares, distribuídos para organizações de ajuda humanitária.

Ao todo 10 mil toneladas das frutas foram processadas. Até agosto, o programa retirou do mercado aproximadamente 3,7 mil toneladas ou 37% do volume que foi aprovado pelo governo, disse um porta-voz do Ministério da Agricultura espanhol.

A retirada das frutas vem sendo feita de forma a não colocar pressão adicional nos preços praticados no mercado. “Agora, o governo está analisando a possibilidade de aumentar o volume total de fruta processada em 5 mil toneladas”, afirmou um porta-voz do governo.

Mais ajuda

Em um movimento desvinculado do plano governamental, Miguel Blanco, secretário geral de COAG – uma das mais importantes uniões de produtores da Espanha – pediu ao ministro de agricultura do país um aumento no pacote de ajuda aos produtores, anunciado para dar suporte ao Mercado de frutas frescas e vegetais afetadas pelo embargo econômico da Rússia. Atualmente o valor destinado para isso está em 125 milhões de euros (US$ 164,1 milhões).

Segundo Blanco, os produtores querem que o programa de ajuda seja expandido a fim de incluir frutas e vegetais para outros usos, como por exemplo o processamento industrial. A COAG também defende que a lista de produtos seja expandida e que haja um aumento no valor destinado à ajuda aos produtores.