NOTÍCIAS
DO MERCADO
compartilhar este link
O pior inimigo do greening

04/02/2020 14:55:16
Britânicas anunciam fusão

11/06/2015 16:51:29
Pode ser Pepsi na NBA?

24/04/2015 16:52:15
H2Coco lança mix com café

17/04/2015 12:55:19
Starbucks aposta em delivery

24/03/2015 11:49:58
Imposto tira gás da FEMSA

16/12/2014 15:33:52
Vita Coco quer reinar na China

20/10/2014 18:19:05
MacTangerina no cardápio

02/10/2014 14:29:13
Exportações barradas

02/07/2014 11:44:03
Rótulos da discórdia

26/06/2014 11:19:54
De olho na dieta britânica

25/06/2014 11:19:54
Nova Coca-cola chega à Europa

11/06/2014 10:54:40
Ampliando mercado

23/05/2014 10:44:00
A batalha do açúcar

07/05/2014 18:07:00
Aguá pra inglês beber

06/05/2014 12:15:00
Salvação na embalagem

16/04/2014 12:11:00
O novo energético da Coca

04/04/2014 11:21:00
TV desligada

26/03/2014 15:21:00
Laranja fora da TV

18/03/2014 12:18:00
O futuro dos energéticos

13/03/2014 17:11:00
Pepsi em cápsulas

11/03/2014 13:35:00
Pepsi aposta no México

27/01/2014 13:47:00
De olho na caxinha

24/01/2014 16:43:00
Vendas não reagem nos EUA

19/12/2013 17:12:00
Dubai sem sede

18/10/2013 12:00:00
Mapa do varejo

23/09/2013 14:48:00
Suco tenta reagir nos EUA

17/09/2013 14:02:00
Suco aposta na TV

12/09/2013 12:29:00
Laranjas da África

09/09/2013 15:01:00
Monster quer entrar na Índia

15/08/2013 16:34:00
Frutas perdem espaço

25/07/2013 11:57:00
Tropicana de cara nova

14/06/2013 10:29:00
Nova York contra os sucos

04/06/2013 12:23:00
Purity mostra suas armas

06/05/2013 12:20:00
Portas abertas para a Turquia

26/04/2013 10:39:00
Investimentos à francesa

24/04/2013 11:48:00
Xenergy vai a luta

23/04/2013 12:31:00
Maçã no vermelho

23/04/2013 11:41:00
Surge mais uma gigante

22/04/2013 14:54:00
O que a Arábia quer beber

15/04/2013 16:44:00
Lucros monstruosos

12/04/2013 15:25:00
De roupa nova

25/03/2013 13:00:00
Água no refrigerante

18/03/2013 12:31:00
As bolhas da Honest Tea

13/03/2013 11:49:00
Monster made in Japan

31/01/2013 12:39:00
Sinal verde do CADE

04/01/2013 10:42:00
Itália: menor produção de laranjas não significa temporada curta

Freshplaza.com 28/10/2014 - Apesar da menor produtividade dos pomares, empresas esperam atender à alta demanda do mercado consumidor

A queda na produção de laranjas das variedades Taroco e Moro acendeu o sinal amarelo para produtores e indústria, segundo Aurelio Pannitieri, da empresa Rosaria P.O. “Nós temos pelo menos 50% menos laranjas Taroco e quantidades mais baixas da variedade Moro.”, explica.

De acordo com Pannitieri, é difícil identificar os reais motivos por trás do cenário. “Os rendimentos estão menores, especialmente nas árvores mais velhas, enquanto as novas plantas não estão em sua capacidade máxima produtiva, de modo que não conseguem compensar a menor produção das demais. Eu acredito que o frio em março de 2012 pode ter contribuído também, mas é difícil afirmar, porque isso nunca aconteceu antes”.

Mas há também notícias positivas sobre a safra 2014/2015, como o fato de que as laranjas têm maiores tamanhos do que no ano anterior, quando “boa parte da produção foi destinada à indústria processadora”.

Outro aspecto positivo é a falta de atividade no vulcão Etna, que poderia prejudicar plantas e frutas. Além disso, os produtores estão preocupados com o clima, já que as temperaturas estão mais altas do que o habitual, o que aumenta o risco de doenças e atrasa o processo de pigmentação das laranjas.

Por fim, Pannitieri não acredita que a falta de laranjas irá ditar uma temporada mais curta. “Tudo vai depender dos acordos firmados com os distribuidores. Não faz sentido promover um produto e não tê-lo para vender quando a demanda está alta. É nosso trabalho garantir que a produção seja vendida para alcançar os melhores resultados”.