NOTÍCIAS
DO CAMPO
compartilhar este link
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Starbucks apoia cafeicultores

25/06/2015 11:52:08
Texas terá ajuda contra HLB

02/06/2015 12:57:45
Lista PIC

21/05/2015
Mercado espanhol segue incerto

16/03/2015 17:09:59
Licopeno contra o frio

18/02/2015 17:31:55
Greening causa perdas na China

19/01/2015 17:37:42
Produção estável no Sul

06/08/2014 12:15:39
Em busca de novas plantas

24/06/2014 11:19:54
Cancro em debate

07/05/2014 11:41:00
Todos contra o Cancro

17/04/2014 11:07:00
De olho no cancro

11/04/2014 12:11:00
De portas abertas

05/03/2014 16:27:00
Reforço Espanhol

25/02/2014 17:35:00
Uma vespa contra o greening

13/02/2014 12:22:00
Os prejuízos do frio

11/02/2014 13:29:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Califórnia abaixo de zero

12/12/2013 16:14:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Novas soluções

19/11/2013 14:33:00
Em busca de salvação

17/10/2013 13:31:00
Molécula pode salvar pomares

15/10/2013 11:06:00
Para falar de doenças

10/10/2013 12:51:00
O DNA do grenning

03/10/2013 15:07:00
Em busca de aliados

01/10/2013 12:11:00
De olho no inseto

24/09/2013 10:36:00
Capacitação contra doenças

12/09/2013 11:04:00
A safra de Steger

19/08/2013 19:09:00
Greening avança em SP

02/08/2013 15:24:00
Produção em queda

11/07/2013 15:46:00
Formulário contra o greening

10/06/2013 15:47:00
Laranjas em queda

11/04/2013 14:24:00
Doenças avançam

08/04/2013 12:23:00
Menos laranja na Flórida

12/12/2012 15:06:00
Um PIC contra as pragas

25/04/2012 14:34:00
Menos laranja na Flórida

12/04/2012 16:53:00
Óleo natural será testado como inseticida

Óleo natural será testado como inseticida Fundecitrus - 21/10/13 - Pimenta da Amazônia poderá ser usada no combate ao inseto transmissor do greening

O Fundo de Defesa da Citricultura - Fundecitrus e a Embrapa Agroflorestal do Acre irão testar a utilização de um óleo extraído da pimenta-de-macaco como inseticida natural para o controle do psilídeo Diaphorina citri, inseto transmissor do HLB (greening).

A pimenta-de-macaco, que é encontrada no Acre e sul do Amazonas, é rica em dilapiol, composto que se mostrou eficiente no controle de pragas na Índia, na Europa e nos Estados Unidos.

No psilídeo, o dilapiol inibe uma enzima P450, que é desintoxicante, fazendo com que o inseto se intoxique com o próprio alimento, no caso a seiva da laranja, e provocando a sua morte de uma maneira não agressiva ao meio ambiente.

"O dilapiol interfere no metabolismo do psilídeo, inibindo sua capacidade de se desintoxicar e realizando assim um controle natural. O composto altera a guerra química entre a planta e o inseto, favorecendo o vegetal que está sendo atacado", explica o pesquisador da Embrapa Murilo Fazolin. O óleo de pimenta-de-macaco pode ser utilizado como inseticida ou em conjunto com os defensivos convencionais para aumentar a sua eficiência, podendo reduzir em até 25% a dose comercial recomendada.

Os estudos realizados pelos pesquisadores da Embrapa Acre há, pelo menos, duas décadas já demonstraram a eficácia do óleo no controle de pragas de culturas como abacaxi, feijão, milho e café. Agora, Embrapa e Fundecitrus irão testar se o produto também é eficiente no controle do psilídeo.

Por se tratar de um composto natural, o óleo da pimenta tem impacto menor no meio ambiente. A pesquisa segue uma das diretrizes do Fundecitrus que é de buscar opções mais sustentáveis para o cultivo de citros.