NOTÍCIAS
compartilhar este link
Briga de Titãs

28/11/2016 15:17:21
Taeq lança Cajuína Orgânica

17/11/2016 15:22:32
Morre Toninho Pratinha

21/10/2016 16:50:20
O futuro da Hanjin à deriva

04/10/2016 14:24:25
Ameaça de embargo

22/08/2016 14:58:11
Cuidados no pomar

04/08/2016 13:03:39
Sufresh FLIP chega ao mercado

20/07/2015 12:58:49
O suco que bate um bolão

16/03/2015 18:03:36
Consumo em queda

04/03/2015 09:06:51
O supersuco da Purity Organic

02/12/2014 15:27:46
Zone 8 lança chás premium

28/11/2014 17:29:15
Alta interrompida

25/11/2014 18:50:14
Suco volta a subir na Bolsa

21/10/2014 19:19:55
Edeka veta transgênicos

15/09/2014 07:37:58
Uma salada para beber

12/09/2014 13:02:00
O novo suco da Mello

09/09/2014 12:51:19
Suco volta a cair

08/09/2014 12:50:22
Suco volta a fechar em baixa

02/09/2014 12:47:06
Demanda enfraquece cotações

28/08/2014 12:37:42
A nova onda da Campbell

28/08/2014 12:36:27
O super suco da Juxx

28/08/2014 12:34:27
Vita Coco quer reinar na China

25/08/2014 12:29:49
O suco das Arábia

20/08/2014 12:28:16
Safra farta no Marrocos

18/08/2014 12:27:09
A laranja gigante

14/08/2014 12:21:44
Suco volta a subir na Bolsa

14/08/2014 12:21:44
Produção estável no Sul

06/08/2014 12:15:39
Mercado em baixa

05/08/2014 12:15:39
Laranja menor, lucros maiores

30/07/2014 11:56:33
Tempestade na demanda

29/07/2014 11:56:33
Suco estável

28/07/2014 11:56:33
Sem tempestade no radar

24/07/2014 11:56:33
Medo do furacão

22/07/2014 11:56:33
Em busca de direções

17/07/2014 12:16:24
Suco recua em NY

10/07/2014 11:49:32
Clima de alta

03/07/2014 11:44:03
Tempestades vem, suco sobe

02/07/2014 11:44:03
Queda mantida

30/06/2014 11:42:27
Queda se mantém

26/06/2014 11:19:54
Em busca de novas plantas

24/06/2014 11:19:54
A ciência gordurosa

24/06/2014 11:19:54
A próxima revolução verde

23/06/2014 11:19:54
O novo Captain Citrus

18/06/2014 10:54:40
Laranja para curtir

28/05/2014 10:45:00
Ambev e Whirpool também apostam nas cápsulas

Exame.com - Tatiana Vaz - 20/05/2015 - Vendas da Brastemp B.blend começam, inicialmente, pelas cidades de São Paulo e Campinas

Que as máquinas de café em cápsulas estão cada vez mais populares, isso é fato. Agora, com a oferta de uma que reúna café, chá, suco e até refrigerante, Ambev e Whirpool querem revolucionar a maneira de fazer bebidasem casa.

As duas lançaram nesta semana a Brastemp B.Blend, primeiro produto da joint ventureB.blend Máquinas e Bebidas formada pelas empresas para atuar nesse mercado.

A máquina não só faz bebidas quentes, como chá e café, como dela sai 250 ml de refrigerante do Guaraná Antartica, da marca Ambev.

“É mais uma opção para pessoas que consomem a bebida e, por isso, não deve atrapalhar as vendas do guaraná em lata ou garrafa, mas melhorar”, afirma Fernando Yunes, vice-presidente de novos negócios da Whirpool Latin America.

A novidade torna possível a produção de 10 tipos de bebidas em mais de 20 sabores diferentes. Os produtos foram todos criados pela joint venture.

Além do refrigerante, outras bebidas não alcoolicas exclusivas da Ambev devem entrar no portfólio aos poucos.

As cápsulas serão feitas por um fabricante na Alemanha, enquanto que as máquinas serão feitas na linha da Brastemp dentro da fábrica da Whirpool em Joinville, Santa Catarina.

Só na web
As vendas da Brastemp B.blend começam, inicialmente, pelas cidades de São Paulo e Campinas por meio do site da marca, único meio de comprar o produto. 

Serão 500 máquinas ao preço de 3.500 reais cada. Todas virão com 100 cápsulas de bebidas diversas, com direito a receber novidades em primeira mão e convites da marca.

Os preços das cápsulas variam de R$ 1,49 a R$ 4,49, e as entregas são feitas em até 3 dias – a das máquinas acontecem em até 7.

As vendas da nova empresa serão todas feitas por meio do site. Um aplicativo também está sendo desenvolvido para facilitar as compras.

Até quando a empresa pretende fechar as vendas desse primeiro lote?

“O mais rápido possível”, brinca Thiago Nori, presidente da nova companhia, que já opera com sede própria na capital paulista com uma equipe de 30 pessoas.

A escolha por operar um negócio independente das duas gigantes foi pensada para que o negócio tenha independência para criar planos e colocá-los em prática.

Mesmo porque, com a B.Blend crescendo, as sócias também crescem. Cada uma tem 50% da nova empresa e o aporte inicial nela, apenas da Ambev, foi de 110 milhões de reais.