NOTÍCIAS
compartilhar este link
Briga de Titãs

28/11/2016 15:17:21
Taeq lança Cajuína Orgânica

17/11/2016 15:22:32
Morre Toninho Pratinha

21/10/2016 16:50:20
O futuro da Hanjin à deriva

04/10/2016 14:24:25
Ameaça de embargo

22/08/2016 14:58:11
Cuidados no pomar

04/08/2016 13:03:39
Sufresh FLIP chega ao mercado

20/07/2015 12:58:49
O suco que bate um bolão

16/03/2015 18:03:36
Consumo em queda

04/03/2015 09:06:51
O supersuco da Purity Organic

02/12/2014 15:27:46
Zone 8 lança chás premium

28/11/2014 17:29:15
Alta interrompida

25/11/2014 18:50:14
Suco volta a subir na Bolsa

21/10/2014 19:19:55
Edeka veta transgênicos

15/09/2014 07:37:58
Uma salada para beber

12/09/2014 13:02:00
O novo suco da Mello

09/09/2014 12:51:19
Suco volta a cair

08/09/2014 12:50:22
Suco volta a fechar em baixa

02/09/2014 12:47:06
Demanda enfraquece cotações

28/08/2014 12:37:42
A nova onda da Campbell

28/08/2014 12:36:27
O super suco da Juxx

28/08/2014 12:34:27
Vita Coco quer reinar na China

25/08/2014 12:29:49
O suco das Arábia

20/08/2014 12:28:16
Safra farta no Marrocos

18/08/2014 12:27:09
A laranja gigante

14/08/2014 12:21:44
Suco volta a subir na Bolsa

14/08/2014 12:21:44
Produção estável no Sul

06/08/2014 12:15:39
Mercado em baixa

05/08/2014 12:15:39
Laranja menor, lucros maiores

30/07/2014 11:56:33
Tempestade na demanda

29/07/2014 11:56:33
Suco estável

28/07/2014 11:56:33
Sem tempestade no radar

24/07/2014 11:56:33
Medo do furacão

22/07/2014 11:56:33
Em busca de direções

17/07/2014 12:16:24
Suco recua em NY

10/07/2014 11:49:32
Clima de alta

03/07/2014 11:44:03
Tempestades vem, suco sobe

02/07/2014 11:44:03
Queda mantida

30/06/2014 11:42:27
Queda se mantém

26/06/2014 11:19:54
Em busca de novas plantas

24/06/2014 11:19:54
A ciência gordurosa

24/06/2014 11:19:54
A próxima revolução verde

23/06/2014 11:19:54
O novo Captain Citrus

18/06/2014 10:54:40
Laranja para curtir

28/05/2014 10:45:00
Marrocos enfrenta doenças e seca nos pomares

Freshplaza.com - 24/06/2015 - A seca dos últimos anos e a incidência de doenças vêm tirando o sono dos produtores

Produtores de citrus do Marrocos foram pegos de surpresa com a situação adversa do clima nas principais regiões produtoras daquele país. No começo da temporada havia pouca chuva, enquanto durante a colheita houve grande incidência de chuvas. De acordo com fontes do Ministério da Agricultura do Marrocos, a colheita deve alcançar a marca de 1,9 milhão de toneladas nesta temporada, 14,3% menos do que na temporada 2013/2014.

O volume de laranjas é estimado em 868,8 mil toneladas. Para as mandarinas, a expectativa é de 1 milhão de toneladas. Para outras frutas cítricas, espera-se a colheita de 34,3 mil toneladas. A queda no volume é parcialmente atribuída ao ciclo de produção das árvores, seguido por um colheita excepcionalmente grande na temporada anterior. O clima também afetou negativamente a produção. De acordo com diversas fontes ligadas ao setor, a produção terminou abaixo do volume esperado pelo ministério, de acordo com avaliação em relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, o USDA. As plantações na região de Agadir, por exemplo, registraram perdas entre 40% e 50% do volume de clementinas. As estimativas para a temporada 2014/2015 prevêem um volume total de 1,7 milhão de toneladas, incluindo 750 mil toneladas de laranjas, 925 mil toneladas de mandarins e 25 mil toneladas de outras variedades de citrus.

As principais regiões produtoras de citrus em Souss, Agadir e Taroudant , onde aproximadamente metade dos citrus do Marrocos são produzidas, representam 70% das exportações. Esta área sofreu com os efeitos da seca nos últimos dois anos, o que acabou atrasando os planos de expansão de áreas cultivadas. Além disso, a incidência de Tristeza, doença que ataca as plantas, vem comprometendo a produtividade dos pomares.

Por outro lado, a região de Gharb, no norte do Marrocos tem mais potencial para cultivo. Em torno das áreas de Kenitra e Sidi Kacem, a produção pode crescer, mas muitos dos pomares ali existentes estão velhos. Além disso, um número limitado de variedades é cultivado e não foram feitos investimentos suficientes para ampliar a produtividade. Devido à escassez de água na região de Souss e o potencial exportador, Gharb tem atraído citricultores que enxergam potencial para o cultivo na região.